Samba de Roda do Recôncavo em evidência

por Mariana Vilas Boas publicado 02/12/2019 13h15, última modificação 16/12/2019 11h04

Na manhã desta segunda-feira (02) a Câmara Municipal da Cachoeira realizou uma Sessão Especial em homenagem ao Samba de Roda do Recôncavo da Bahia. O evento faz parte da programação do Conselho de Cultura do Estado da Bahia, que encerra suas atividades na cidade de Cachoeira. Na oportunidade, representantes de grupos de Samba de Roda de todo Recôncavo, personalidades da cultura, membros do Conselho de Cultura do Estado, a deputada Fabíola Mansur e os vereadores Josmar Barbosa, Cristina Soares, Fábio Coqueiro, Júlio César e Laelson Luís, estiveram presentes.

A deputada Fabíola Mansur fez um pronunciamento voltado para a valorização da cultura, salientando que a valorização deve existir não apenas através de ações como essas, mas com investimentos também. Fabíola saudou todos os sambistas do Recôncavo, homenageando-os e enaltecendo o projeto que reconhece o Samba de Roda como Patrimônio Imaterial do Estado da Bahia. Em seguida, a vereadora Cristina Soares fez uso da palavra em nome dos demais vereadores, parabenizando o Samba de Roda e o Conselho de Cultura.

Pan Batista, presidente do Conselho de Cultura do Estado, iniciou seu discurso enfatizando a importância do povo negro, quilombola e do samba, externando sua alegria por estar em casa, a qual ela denominou de “berço plural”. Seguida de Pan, Nide Nobre, fez alusão ao samba de roda do Recôncavo, destacando a importância do projeto que o reconhece como Patrimônio Imaterial da Bahia, o qual ela deu parecer favorável.

Representantes de diversos seguimentos culturais receberam um certificado de reconhecimento pelos relevantes serviços prestados à cultura do Estado da Bahia, bem como Dona Dalva Damiana de Freitas, Doutora Honoris Causa, que também foi homenageada pelo Conselho de Cultura do Estado da Bahia. Ao final da Sessão, a festa ficou por conta de Dona Dalva e do Samba de Roda Swerdick.