"O GAMGE precisa do apoio de todos para continuar ajudando cada vez mais jovens" afirma fundadora

por Mariana Vilas Boas publicado 27/03/2018 10h00, última modificação 16/04/2018 10h04

Durante a sessão ordinária da última segunda-feira (26), Rita Maluf, fundadora do GAMGE - Grupo de Apoio ao Menor Gotas de esperança, utilizou a Tribuna Livre da Câmara de Vereadores para solicitar apoio à entidade.

Rita iniciou seu pronunciamento agradecendo pela homenagem prestada pela Casa Legislativa, através do vereador Wendel Chaves, em reconhecimento aos serviços prestados pela instituição à comunidade cachoeirana e prosseguiu destacando o início do projeto, afirmando que o GAMGE "nasceu do sonho de formar cidadãos conscientes do seu papel na sociedade".

A médica lamentou a suspensão do convênio com a Prefeitura, alegando as inúmeras dificuldades financeiras acarretadas para a instituição e garantiu que, apesar das parcerias firmadas, através de editais, com instituições como o Grupo Votorantim e o Ministério da Cultura, o GAMGE ainda "precisa de recursos para se manter".

Mediante essa explanação, Rita fez um apelo, solicitando apoio dos vereadores, do gestor municipal e da sociedade civil de modo geral, para que "uma instituição com mais de 20 anos de existência, reconhecida e respeitada pela qualidade da prestação de serviços" não venha a fechar as portas.

Em tempo, o presidente da Câmara, vereador Júlio César, dirigiu-se aos vereadores presentes e reiterou o apelo feito pela médica e fundadora do GAMGE, Rita Maluf, solicitando que cada edil compreenda a urgência da situação e manifeste apoio à instituição.